Pular para o conteúdo principal

O frio é inspirador para você?

Conversando com um amigo (via skype) comentei sobre o frio das manhãs nesta cidade e o quanto nossas crianças sofrem com ele para entrar em sala de aula as 7 da manhã. Como pode todo mundo se sujeitar a isso passivamente? Falta de opção?

Eu até acho que existe gosto pra tudo e sempre tem os que preferem manhãs e frias... então minha proposta seria funcionar 24 horas, com escalonamento de horários conforme as preferências pessoais


Meu projeto (a ser apresentado, defendido e implementado (primeiro) nas prefeituras de Ribeirão Grande e Capão Bonito, rsrsr) é o de só construir novas escolas em formato integral, digo INTEGRAL com letras maiúsculas, por que afinal irá conter TODOS os níveis escolares num só grande espaço murado, separado em diversos ambientes, com funcionamento 24hs.

Do jeito que os professores estão sofrendo 
dificilmente vão querer dar aula  24:00hs?

Bobagem, cada profissional vai trabalhar apenas 4 horas por dia com salário mensal de 2.500 cada, indiscriminadamente = do faxineiro ao diretor.
Você vai ver isso funcionando na prática e ainda vai aplaudir de pé.
Sua família tb, orgulhosa de vc!

Quando tiver tempo e inspiração faça a matemática do negócio.

Se, num ambiente desses precisamos de:

  1. alunos de todos os níveis
  2. professores de muitos conteúdos, não só os tradicionais
  3. profissionais das mais diversas áreas
  4. e prazer em se estar ali, com salubridade, salário justo, satisfação e crescimento pessoal sem preconceito nem discriminação
Então basta juntar as partes.

Uma família padrão possui 2 avós, 2 tias/tios solteiros, pai, mãe e 2 filhos. Então...
  1. Se cada profissional ganha 2.500 pode pagar 250,00 de mensalidade escolar por filho
  2. Se 1 cuidador der conta de olhar 10 crianças em cada ambiente
  3. Tivermos 50 ambientes, 50 cuidadores, 500 crianças
  4. Um faturamento mensal de 125.000
  5. Uma despesa com funcionários de 125.000
  6. Nosso caixa bateu e TUDO o mais que for produzido neste espaço será revertido para ele próprio (despesas fixas, variáveis, manutenção, reforma, ampliação etc.)
Considerando que é um ambiente eco-sustentável = produz o que consome e reaproveita/recicla/vende o que sobra, pronto.  Fechamos o ciclo.

Seria impossível? Não vamos saber com certeza sem tentar implementar.
Tente desenhar melhor isso no papel. 

Como seriam estas construções, separadas entre 50 famílias moradoras e trabalhadoras + 50 ambientes educacionais (entre parques, piscinas, marcenaria, horta, lavanderia, cozinha, refeitório, etc.) ?

SE o lugar funciona 24hrs e cada um dos 50 profissionais só trabalha 4hs, então apenas alguns ambientes fiariam 24hrs e outros menos horas.
5 ambientes 24hs precisam de 30 profissionais com dedicação de 6 profissionais 4 hs cada por ambiente.
Restam 20 profissionais a 4hs/dia = 80 horas para distribuir nos demais 45 ambientes.

Me ajudem a achar as incongruências destes cálculos, bem como apresentem soluções alternativas.

Se um dos ambientes 24hs for

  1. o pátio coberto, com 10 profissionais e 100 crianças
  2. o parque descoberto, com 10 profissionais e 100 crianças
  3. a cozinha e o refeitório com 2 profissionais e 20 crianças
  4. restam 8 profissionais, 32 horas e 1 ambiente
Se os demais 45 ambientes forem de horta, marcenaria, educação ambiental, emocional, financeira etc.
Os demais 20 profissionais cobrirem as 20 necessidades profissionais para tudo funcionar.
E as demais 280 crianças estiverem distribuídas sob orientação destes adultos.

Tudo o que precisaremos além do descrito são as instalações e os equipamentos, que incluem computadores, internet e câmeras de monitoramento 24hs para solução de problemas de convivência em reuniões periódicas do conselho com votações públicas e democráticas.

Todos possuem voz e podem interferir nos rumos, regras e métodos a partir das experiências, não de teorias que não cabem neste modelo diferenciado.

Postagens mais visitadas deste blog

Condicionamentos e Padrões de comportamento

Fantástico, recomendadíssimo!!!
Assistindo um hangout hoje, do Recalculando a Rota aprendi mais que a soma de muitos livros, filmes ou experiências de vida que já tive oportunidade de ter contato até agora. Tudo bem resumidinho, direto ao ponto, recheado de "pulos do gato".


Considere substituir a palavra Universo por outra que se sinta mais confortável. Deus, Senhor do Mundo, Anjos... seja lá qual for a Fonte Maior que entenda como poderosa ou capaz o suficiente de fazer mais por você que você mesmo.

Segue um resuminho do que (penso que) aprendi:
Vamos perguntar porque agimos da maneira que agimos?
Existem diversos condicionamentos, ou padrões de comportamento que adquirirmos durante nossa vida em função dos acontecimentos a nossa volta.
Por exemplo:  Estávamos aprendendo algo (dirigir, nadar, cavalgar...) e fomos expostos a uma reação grosseira e exagerada de quem estava próximo (por algum erro cometido por nós) e então adquirimos um padrão de querer ser perfeitos para nao p…

Quando você muda o modo de observar as coisas, as coisas mudam

Frase


O amor é a solução. 
 "Existem três tipos de pessoas: as que deixam acontecer, as que fazem acontecer e as que perguntam o que aconteceu." (John Richardson Jr.). 
"Não devemos ter medo dos confrontos. Até os planetas se chocam e do caos nascem as estrelas." (Charles Chaplin).


Sou uma metamorfose ambulante...

Enquanto nos distraímos com o que ainda não é, deixamos de aproveitar o que já é

Hoje assisti o vídeo da Jout jout lendo e interpretando o livro “A parte que falta”. Ela se emocionou e eu junto. Logo na sequência Ouvi um texto narrado por uma voz metálica, computadorizada, que tirava o brilho de seu conteúdo, então resolvi escrever aqui para todos nós.


Ambos me despertaram para o nada. Aquele que nos preenche de tamanha plenitude que fica quase impossível explicar em palavras. Então sentei na espreguiçadeira, sob o sol e nada. Levantei com uma energia que não sei de onde vinha. Realizei em uma hora o que facilmente poderia ter me consumido semanas. Mais uma vez sentei. Agora na varanda recém-nascida, diante da exuberância da floresta e meus olhos começaram a enxergar o que antes parecia nem estar ali. Nem os pernilongos me acharam. Foi muito lindo.
A prosperidade é um estado de plenitude. De gratidão pelo que se é, percebe, sente, interage e compartilha. Não está diretamente relacionado com dinheiro, mas sim com abundância de bem estar. Bem estar só ou acompanhado.
É clar…