Pular para o conteúdo principal

Bons Motivos

Existe apenas um grande e bom motivo para as coisas estarem como estão: vantagem (de alguns poucos).

Enquanto somos obrigados a LUTAR pela simples sobrevivência e logo em seguida somos treinados para ADORAR nossas próprias conquistas, seguimos distraídos.

Mal informados, pouco críticos, o mais possível que for adaptados aos "bons costumes", a ética e aos valores impostos pelas mídias... seguimos. Distraídos pela guerra da sobrevivência,  depois pela guerra da conquista de um lugar ao sol, da manutenção dele e seguimos em frente.

Quem tem uma renda suficiente para pagar suas continhas e comer, SE não se distrair com os encantamentos externos, fatalmente vai encontrar tempo e disposição para pensar. Para aprender mais. Para querer ser mais do que apenas um ótimo consumidor. Para querer realizar mais e maiores feitos de alcances múltiplos. Porque a maior realização do ser é amar e ser amado. E isso se conquista compartilhando, colaborando, construindo junto.

Muito distante do que nos ensinam. Muito distante do que e para o que temos sido doutrinados.
Nosso grande objetivo de vida não é trabalhar para ficar financeiramente rico. É viver em paz consigo mesmo e com o outro. E temos tentado fazer isso nesse grande hospício no qual estamos vivendo. Por este simples motivo tornou-se um labirinto. Um círculo de ratos confusos, mal orientados.




quer algo mais "ao alcance de nossas mãos" ?



leia esta sequência de reportagens =
http://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2013/08/jovens-trabalham-com-fogo-para-torrar-castanhas-no-rio-grande-do-norte.html

Postagens mais visitadas deste blog

Condicionamentos e Padrões de comportamento

Fantástico, recomendadíssimo!!!
Assistindo um hangout hoje, do Recalculando a Rota aprendi mais que a soma de muitos livros, filmes ou experiências de vida que já tive oportunidade de ter contato até agora. Tudo bem resumidinho, direto ao ponto, recheado de "pulos do gato".


Considere substituir a palavra Universo por outra que se sinta mais confortável. Deus, Senhor do Mundo, Anjos... seja lá qual for a Fonte Maior que entenda como poderosa ou capaz o suficiente de fazer mais por você que você mesmo.

Segue um resuminho do que (penso que) aprendi:
Vamos perguntar porque agimos da maneira que agimos?
Existem diversos condicionamentos, ou padrões de comportamento que adquirirmos durante nossa vida em função dos acontecimentos a nossa volta.
Por exemplo:  Estávamos aprendendo algo (dirigir, nadar, cavalgar...) e fomos expostos a uma reação grosseira e exagerada de quem estava próximo (por algum erro cometido por nós) e então adquirimos um padrão de querer ser perfeitos para nao p…

Quando você muda o modo de observar as coisas, as coisas mudam

Frase


O amor é a solução. 
 "Existem três tipos de pessoas: as que deixam acontecer, as que fazem acontecer e as que perguntam o que aconteceu." (John Richardson Jr.). 
"Não devemos ter medo dos confrontos. Até os planetas se chocam e do caos nascem as estrelas." (Charles Chaplin).


Sou uma metamorfose ambulante...

Você está "achado" ou perdido?

Faz diferença?
Quando oferecemos uma chance a nós mesmos e nos mantemos mais vezes em auto observação, enxergamos. Enxergamos as oscilações comuns de nossa energia. Não importa muito a frequência e regularidade. Importa perceber acontecendo para ganhar a possibilidade de escolha.

Repare. Em alguns momentos nos sentimos fracos, sem boas ideias, com sono ou chegamos até a adoecer. Noutros estamos com o gás todo, com saúde e energia de querer salvar o mundo ou resolver todos os problemas que surgem a nossa frente.

Não é apenas uma sensação, é uma capacidade verdadeira. Genuína. Uma competência, nem sempre disponível. Portanto, mais que aproveitar bem quando ela se manifesta, pode ser interessante prestarmos atenção no que a produziu. O que motivou ela a se manifestar.

Pode ser uma alimentação mais saudável, um projeto novo ou antigo finalmente possível de ser realizado. Um novo amor, a nova estação...
A recíproca é verdadeira. O que nos sugou a energia?

Você está "achado" ou p…