Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2016

Carta de agradecimento

Não existe maior satisfação que a gratidão em fazer o que se ama fazer e ainda ver outras pessoas se beneficiando disso.
Existem muitos mundos paralelos ao que cada um de nós vive. São os mundos que os outros vivem. 
Com diferentes crenças, poderes, dores e sabores que também podemos experimentar. Basta nos abrirmos para estas possibilidades, por mais esquisitas que possam parecer. Por mais absurdas e improváveis a partir de nossa perspectiva pessoal, estas realidades existem.
Eu gostaria de agradecer a você pela oportunidade que me deu de ver alguém (aparentemente tão estável e constante) ... Florir. Exercitando a coragem para o desapego e abrindo-se a tantas possibilidades até ontem marcadas como "isso não".
Obrigada, obrigada, obrigada.
A partir de você, todos a sua volta estão ganhando. Quanto melhor você se sente, melhor sentem-se as pessoas a sua volta. 
Esta é uma das leis do universo que não nos contaram na escola:
Tudo que enviamos para fora de nós, volta para nós (como um…

Quando trabalhar parece brincadeira de criança

Sim, este não é só mais um conto da Disney ou uma linda música nas vozes de Whitney Houston e Mariah Carey. Porém se você não se dá crédito por uma coisa que fez direito, vai ficar na base da pirâmide para sempre.

Nao é preciso se apressar, mas será importante saber para onde esta indo e ter disciplina para chegar lá.

Indo contra todos os conselhos recebidos ou experimentando dolorosamente, as novas gerações descobriram na prática que os modelos tradicionais de comportamento não funcionavam.

Depois de muito engenheiro que virou suco ou muito gênio considerado como retardado ou vândalo as coisas foram ficando tão confusas que acabaram denunciando a si mesmas.

Então entramos no desconhecido mundo de quebrar as regras com consciência. Não por revolta ou falta de opções. Por escolha própria e até "planejada" as vezes.

Após muitas perdas alguns sucessos foram surgindo e encorajando mais e mais pessoas a buscarem atividades profissionais emocionalmente gratificantes. Com propósit…

Estranha normalidade

Eu acho impressionante como aderimos a determinadas regras/comportamentos como se realmente fossem coerentes. Apesar de aceitos como "normais" não é preciso muito para conseguir questiona-los.

Vou me ater aqui apenas aos direitos que se tornam obrigações.

Seguro Obrigatório dispensa comentários.

Mas vale comentar sobre o direito a educação e o direito de votar.

Em algum ponto do tempo nossas sociedades entenderam que deveriam garantir o nosso direito a isso, no momento seguinte nos impuseram a obrigação de usufruir este direito.

???

Por maiores e melhores que tenham sido as justificativas que já li ou ouvi, nenhuma delas me convenceu plenamente que algo criado para meu direito ou proteção possa transformar-se em uma "prisão" por sua obrigatoriedade.

Até hoje me pergunto como nos convenceram a aceitar o cinto de segurança e o capacete como itens de uso obrigatório. Expandindo só um pouquinho o alcance da ideia chego facilmente a conclusão que se acham no direito de …

Sua energia baixou?

Maravilha! Hora de ir para a caminha!

Acredite, o melhor que eu faço por minha saúde e produtividade é apenas parar quando as coisas não andam. Bobagem brigar com meu corpo ou com minha mente.

Quando estou com a energia alta tudo flui como mágica. As ideias aparecem do nada e resolvem os problemas mais complexos com soluções simples e elegantes.

Já quando a energia baixa parece que estou só esperando o mundo acabar em barranco para eu morrer encostada. É terrível. Nada anda. Um trabalho que eu normalmente faria em meia hora acabo usando mais de 3 horas e, as vezes, mais que isso.

Hora, vamos fazer as contas. Eu sou bem mais produtiva se aceitar o que meu corpo está pedindo e parar. Deitar, andar, dormir. Depois voltar renovada e fazer a mesma tarefa no tempo certo, com a vantagem de corpo e mente descansados.

Você trabalha batendo cartão e não tem como dar esta fugidinha?
Complicado. Mas se existe um problema, existem soluções.
Não desista de encontrar as suas.

Repassando... impossível "reservar" isso

Guia


Amar-verbo intransitivo






Procure me amar quando eu menos merecer, porque é quando eu mais preciso!


(Ana Jácomo)






Falamos à beça de amor. Apesar das nossas singularidades, temos pelo menos esse desejo em comum: queremos amar e ser amados. Amados, de preferência, com o requinte da incondicionalidade. Na celebração das nossas conquistas e na constatação dos nossos fracassos. No apogeu do nosso vigor e no tempo do nosso abatimento. No momento da nossa alegria e no alvorecer da nossa dor. Na prática das nossas virtudes e no embaraço das nossas falhas. Mas não é preciso viver muito para percebermos nos nossos gestos e nos alheios que não é assim que costuma acontecer.






Temos facilidade para amar o outro nos seus tempos de harmonia. 
Quando realiza. Quando progride. Quando sua vida está organizada e seu coração está contente. Quando não há inabilidade alguma na nossa relação. Quando ele não nos desconcerta. Quando não denuncia a nossa própria limitação. A nossa própria confusão. A nossa p…

Matematicamente orgânico

Percebo que o termo orgânico vem se popularizando, provavelmente por conta de uma preocupação mundial em relação à qualidade dos alimentos. Mesmo os que já fogem dos produtos industrializados tropeçam em frutas, verduras e legumes recheados de agrotóxicos. Então muito se discute a este respeito atualmente.

Com o termo na cabeça e minha angústia para manter a disciplina e organização do GTD em dia, tive um estalo “prefiro uma rotina mais orgânica”. Calma, eu explico. Alías, muita calma porque a explicação ficou bem longa :-D

Matemática e cientificamente falando, diríamos que a menor distância entre dois pontos é uma reta. E não faltam críticos aos novos modelos de pensamento científico que alegam sua fragilidade de argumentação e provas um tanto questionáveis. Mas vamos combinar que em tempos de internet e Física Quântica essa argumentação fica, no mínimo, como apenas a opinião dos céticos. Concordam?


Tudo isso acontecendo simultaneamente. Enquanto um editor tece críticas convictas a P…