Pular para o conteúdo principal

Escolhendo o respeito, a aceitação e o silêncio...



Beleza gente linda?

Olha só, longe de mim cultuar defeitos, muito menos o terrível vício de fumar (na minha opinião de fumante há quase 40 anos). Mas é fato que este vício me levou para uma melhor qualidade de vida.

Doidera? É mesmo. Mas eu explico.

Sou do tempo dos dinossauros, nasci em 1965.
Comecei a fumar aos 15 aninhos, mal influenciada pela cultura da época.
Passei pelo cenário onde fumante era "um must" e podia TUDO e pelo cenário onde fumante era um estúpido mal quisto e mal recebido em TODOS os lugares (públicos e particulares).

Me enrolei toda durante a gravidez, o tempo no hospital e principalmente nas empresas que trabalhei. Claro, perdi alguns namorados também.

Cheguei a me convencer que parar de fumar era uma excelente e inteligente ideia. Inclusive tentei vários métodos sem grandes sucessos.

Foi em busca deste espaço para fumar que comecei a passar mais tempo ao ar livre. Afinal quem fuma porque está feliz, ou triste, saudável ou doente, brava ou calma... bem, tem que arranjar um lugar para fumar.

Com o tempo comecei a trabalhar mais fora dos ambientes que dentro deles (trabalho com internet). Neste (longo) processo acabei aderindo ao home office 99% do tempo.

Hoje passo as mesmas mais de 12 horas diárias (fumando) em frente as maquininhas. Mas agora moro numa casa com a floresta atrás e o mar na frente. Minha qualidade de vida melhorou 300 mil %. Até comecei a caminhar, pedalar e passar algumas horas plantando, nadando ou admirando o mar.
Essa natureza toda tem feito TODA a diferença.

Claro, estou mais uma vez tentando parar de fumar.
Ainda em 2019 volto aqui para, toda feliz, compartilhar mais esta vitória com vocês.

Gratidão

Conheça o lugar onde moro: https://praiadoguarau.eco.br

sim, esqueci... também comecei a meditar :-D

Segue aqui um texto maravilhoso que acabei de receber e quero compartilhar com vocês. Um trecho do livro Wu Wei, a arte de viver o Tao:


✨✨✨💞✨✨✨


Se permanecermos em silêncio total, então surgirá a luz divina. Quem irradia esta luz divina, este verá o seu verdadeiro “eu”. 

Quem preservar o seu verdadeiro “eu”, realizará o absoluto.

Não tem sentido nenhum se você se sentar agora, tentar reprimir os seus pensamentos, e permanecer um tempo de pernas cruzadas, vinte minutos ou uma hora.

Isto é bobagem total, e na melhor das hipóteses poderá lhe dar uma impressão de tranqüilidade. Antes de iniciar a meditação do silêncio, você deve ter consciência de todos os seus compromissos, e tê-los afastado um a um.

Quem quiser meditar corretamente terá de estar livre de todos os seus compromissos, livre destes diques que limitam tanto o seu espírito e a sua saúde mental. 

Mencionei várias vezes como você pode sair deste dilema de compromissos. Esta observação dos processos em você já foi uma forte meditação – e ela funciona. Se você viver um estado de espírito despreocupado, alegre e hoje cheio de vitalidade, no aqui e agora, sem sequer pensar em ontem ou amanhã – então chegou a hora da verdadeira meditação.

Você pode realizar o exercício do silêncio em qualquer lugar. Em um canto tranqüilo de casa, em um passeio na natureza, ou até mesmo dentro de um transporte público. Você pode escolher se quer ou não fechar os olhos, a mesma coisa com a sua postura corporal. 


A meditação ou funciona, ou não. O sucesso não depende da postura física. E não fixe um horário para a sua meditação. E não planeje a duração dela. 

Observe um gato. O animal se deita ou senta em seu lugar e fica parado durante um tempo. Quando ele achar que é suficiente, ele levanta e passa a fazer outra coisa. Ele não pensa em sentar ou deitar, ele simplesmente o faz, e para quando for suficiente. Assim você deveria exercer a sua meditação, como este gato. Sem propósito, sem obrigação, na postura que lhe for confortável, andando, sentado, ou deitado. Medite o tempo que lhe for agradável, não se force a nada. 

Um minuto de meditação bem feita vale mais do que muitas horas de meditação que você exerce no espírito errado.


O conteúdo de sua meditação é o silêncio. Não é o silêncio resultante de estímulos reprimidos, ou de pensamentos brecados forçadamente. Naturalmente a sua mente deveria estar livre de pensamentos que atrapalhem.

Esta liberdade você alcançará de maneira até fácil, quando aparecer simplesmente como observador de seus pensamentos, e esperar por eles antes mesmo que apareçam. Neste exercício você logo perceberá que os seus pensamentos se acalmam, se tornam mais raros, até que um dia parem completamente. Você precisa apenas manter distância deles, e deve parar de ocupar-se com eles. Esta observação, a sua atenção você só consegue manter durante a sua meditação. 

Fique tranqüilo e seja atencioso. Escute o seu interior com todos os seus sentidos. Não é necessário mais nada. Se esta meditação for praticada em um estado de liberdade interior, lhe resultarão energias muito fortes, e incorpora uma inteligência que por outro lado está estabelecida no seu pensamento racional. E um certo dia, bem despretensiosamente e sem efeitos colaterais espetaculares, como por exemplo, percepção de luz ou outras visões, você viverá uma imagem abrangente da verdade. 

A verdade, também chamada de iluminação, instalou-se em você.


✨✨✨💞✨✨✨

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Condicionamentos e Padrões de comportamento

Fantástico, recomendadíssimo!!!
Assistindo um hangout hoje, do Recalculando a Rota aprendi mais que a soma de muitos livros, filmes ou experiências de vida que já tive oportunidade de ter contato até agora. Tudo bem resumidinho, direto ao ponto, recheado de "pulos do gato".


Considere substituir a palavra Universo por outra que se sinta mais confortável. Deus, Senhor do Mundo, Anjos... seja lá qual for a Fonte Maior que entenda como poderosa ou capaz o suficiente de fazer mais por você que você mesmo.

Segue um resuminho do que (penso que) aprendi:
Vamos perguntar porque agimos da maneira que agimos?
Existem diversos condicionamentos, ou padrões de comportamento que adquirirmos durante nossa vida em função dos acontecimentos a nossa volta.
Por exemplo:  Estávamos aprendendo algo (dirigir, nadar, cavalgar...) e fomos expostos a uma reação grosseira e exagerada de quem estava próximo (por algum erro cometido por nós) e então adquirimos um padrão de querer ser perfeitos para nao p…

Quando você muda o modo de observar as coisas, as coisas mudam

Frase


O amor é a solução. 
 "Existem três tipos de pessoas: as que deixam acontecer, as que fazem acontecer e as que perguntam o que aconteceu." (John Richardson Jr.). 
"Não devemos ter medo dos confrontos. Até os planetas se chocam e do caos nascem as estrelas." (Charles Chaplin).


Sou uma metamorfose ambulante...

Enquanto nos distraímos com o que ainda não é, deixamos de aproveitar o que já é

Hoje assisti o vídeo da Jout jout lendo e interpretando o livro “A parte que falta”. Ela se emocionou e eu junto. Logo na sequência Ouvi um texto narrado por uma voz metálica, computadorizada, que tirava o brilho de seu conteúdo, então resolvi escrever aqui para todos nós.


Ambos me despertaram para o nada. Aquele que nos preenche de tamanha plenitude que fica quase impossível explicar em palavras. Então sentei na espreguiçadeira, sob o sol e nada. Levantei com uma energia que não sei de onde vinha. Realizei em uma hora o que facilmente poderia ter me consumido semanas. Mais uma vez sentei. Agora na varanda recém-nascida, diante da exuberância da floresta e meus olhos começaram a enxergar o que antes parecia nem estar ali. Nem os pernilongos me acharam. Foi muito lindo.
A prosperidade é um estado de plenitude. De gratidão pelo que se é, percebe, sente, interage e compartilha. Não está diretamente relacionado com dinheiro, mas sim com abundância de bem estar. Bem estar só ou acompanhado.
É clar…